Diversidade de gênero no JUCA

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Por Amanda Pucci, Maria Clara Serpa, Maria Morales e Sofia Ferreira

O JUCA (Jogos Universitário de Comunicação e Artes) iniciou há 6 anos um processo de acolhimento para mulheres e pessoas LGBTQ+. Na PUC-SP, esse processo começou em 2015, com o aumento de pessoas desses grupos na Pucão – Atlética de Comunicação e Artes. As medidas tomadas começaram com banheiro fluído no alojamento e em algumas festas e também com a criação da comissão anti-opressão.

Esse case serviu de inspiração para outras faculdades e para a LAACA (Liga das Atléticas Acadêmicas de Comunicação e Artes), que também passou a se importar mais com o bem-estar deste público nos Jogos. Hoje, o JUCA é considerado um ambiente inclusivo e plural, principalmente se comparado a outras competições universitárias.

Para debater o assunto, convidamos o Diretor Financeiro da LAACA, Franco Tellini, a Vice-presidente do Pucão, Fe Felício, a representante do Centro Acadêmico Benevides Paixão, Jamilly Santana, e o atleta trans André Coppede.

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.