“A cena é comum e muitas vezes é triste e constrangedora. A primeira sensação que temos é de medo e de susto, e então procuramos evitar qualquer contato temendo alguma agressão. Afinal, ouvimos e lemos histórias que nos contam e nos enchem de medo e até de pavor, relacionadas a essas pessoas que vivem nas ruas ou praças e dormem sob pontes ou marquises. Por isto tratamos sempre de evitá-las. Essa é a grande realidade das pessoas em situação em rua no Brasil”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *