SOBRE

CATAPAUTA é um projeto da AGEMT (Agência Maurício Tragtenberg).

A pauta é um insight, que logo em seguida se materializa em perguntas, raciocínios lógicos, pesquisas, entrevistas, que se acompanhadas de mais perguntas complexas podem ajudar a dar sentido e significado à realidade (papel do jornalismo minimamente inteligente). Veja que aqui as fronteiras entre pesquisa e reportagem se diluem. É a mesma coisa, ainda que depois cada uma se concretize numa linguagem diferente. A boa pauta pode não indicar respostas antecipadamente, mas já indica um vetor.

Um exemplo. Recentemente uma matéria docoletivo Jornalistas Livres abordava a participação dos bancos nas transações financeiras identificadas na Operação Lava Jato. A pauta nasceu aqui do insigh de um financista, que pode muito bem inspirar os jornalistas (como foi pelos Jornalistas Livres nesse caso). Ou seja, como essa gente (por exemplo a empresa Odebrecht) movimentou tanto dinheiro??? Os operadores desmaterializam essa grana?? Os doleiros fazem alguma mágica?? De onde saiu o dinheiro e para onde foi???? Ora é claro que tudo isso passa pelos bancos. Quais??? Como isso é possível??? Pronto, nasce uma pauta: qual o papel do sistema financeiro no fluxo de dinheiro movimentado pelas empresas investigadas na Lava-jato???? Por que ninguém citou nenhum banco nessa história????? Eis uma pauta arriscada porque mexe no coração do sistema capitalista: o próprio sistema financeiro.

No caso da pauta citada qual é o vetor??? O papel do sistema financeiro nessa história e o fato dele ter sido poupado pelas narrativa oficiais. Portanto a pauta já é uma micro-narrativa do real, é uma semente de uma boa história que se bem adubada pode render uma reportagem farta e completa. A ideia do Projeto CATA/PAUTA (http://agemt.org/catapauta/ é exatamente o de oferecer essas micro-narrativas para que os estudantes de jornalismo as transformem em histórias mais robustas. Insisto que a pauta não é um decalque nem um mapa da realidade mas um insght de algo que desponta do real…

CATAPAUTA é uma lista de sugestões de pautas renováveis (oriundas de um filtro da própria agência ou de fora) para inspirar os alunos do curso de jornalismo da PUC a produzirem mais.

É claro que a qualquer momento os alunos podem sugerir a pauta que quiserem, desde que se comprometam a realizá-la — tudo o que nos chega é colocado no ar. E cada veículo ou disciplina já conta com as suas respectivas reuniões de pauta. Mas CATAPAUTA vai dar apenas um incentivo a mais para sugerir caminhos, possibilidades de aprofundamentos em assuntos pontuais, com um recorte estratégicos para o curso, a universidade e para a própria agência.

Os outros objetivos são os seguintes:

>>dar sugestões às outras disciplinas do curso, inclusive às laboratoriais (e aos demais veículos do curso) para a realização de matérias — que evidentemente poderão ser publicadas em qualquer veículo e espelhadas na agência, ou vice-versa.

>>ajudar os alunos iniciantes a escolherem temas para a realização das matérias — para tal contarão com o apoio da agência.

Para os alunos interessados em tocar qualquer pauta, basta responder no próprio post da sugestão de matéria, ou então pelos canais da agência:

contate_agemt@imediata.org

https://www.facebook.com/agemt.pucsp

ou dirigindo-se fisicamente à AGEMT (2o subsolo) para manifestar seu interesse.  

Sugere-se um prazo máximo para a realização das matérias de 15 (quinze) dias para matérias de texto, e de 20 (vinte) dias para matérias em vídeo, áudio ou multimídia (webdoc e outros).

Como o canal é aberto e público, não constam das pautas sugestões de nomes de fontes a serem ouvidas para as respectivas matérias. A Agência está à disposição para ajudar nesse sentido.