Temas atuais e mídias alternativas são destaques nas palestras da Universidade.

Por: Laura Barbosa

Na última semana do mês de Outubro entre os dias 23 e 27, aconteceu a 39° edição da Semana de Jornalismo na PUC-SP, onde ocorreram diversas palestras. A Universidade recebeu diversos jornalistas, coletivos e fotógrafos importantes como, Fernanda Mena (Folha de S. Paulo), Laura Capriglione (Jornalistas Livres) e Tuane Fernandes (Mídia Ninja).

Os alunos e organizadores prepararão uma programação com os temas mais importantes e discutidos na atualidade que ia desde do debate sobre o que está acontecendo na Venezuela até a discussão de produção documental no jornalismo.

O Cine Debate sobre produção de documentários contou com a presença do Prof. Mauro Luiz Peron que foi mediador da palestra, dos criadores do documentário Pedro Biava e Fábio Eitelberg (Coletivo ReVira-Lata) e da estrela e jornalista do curta metragem hoje com 91 anos, Helle Alves.

O filme chamado “Eu vi” conta sobre a trajetória de uma equipe de reportagem brasileira que cobriu a morte de Che Guevara em 1967, que reunia o fotógrafo Antônio Moura, a repórter Helle Alves e o cinegrafista Walter Gianello. A história mostra como a cobertura do julgamento do jornalista francês Regis Debray, na Bolívia, tornou-se um dos maiores furos jornalísticos na carreira dos três profissionais.

Os diretores do curta contaram também para a plateia como surgiu o projeto. Segundo eles, a ideia apareceu com o intuito de preservar a reportagem sobre morte de Che. Quando começaram a investigar o acontecimento, perceberam que não tinham muitas informações e assim decidiram assim decidiram ir atrás do homem que estava atrás da câmera aquele dia, Antônio Moura.

Leave a Reply