OCUPAÇÃO DA REITORIA DA PUC-SP NOTA À IMPRENSA - 01 18.03.2015 Na noite desta terça feira, 17 de março, cerca de 400 estudantes da PUC-SP ocuparam a Reitoria da Universidade. Eles realizaram uma assembleia geral por volta das 19 horas e deliberaram pela ocupação. A ocupação se dá após algumas semanas de mobilizações em que o corpo estudantil cobrou uma audiência pública com a Reitoria e a Fundação São Paulo (Fundasp), mantenedora da PUC, para que se abrisse um diálogo com a comunidade acerca da crise financeira da PUC-SP e os consequentes cortes no orçamento, que resultaram na demissão de professores e funcionários, além da retirada do subsídio do Restaurante Universitário ? o preço do bandejão subiu de R$5,60 para R$10,34. Os subsequentes aumentos no valor das mensalidades também foram citados nos atos e assembleias realizados desde o início das aulas. Diante da recusa da direção da Universidade em comparecer diante da comunidade, esclarecer a causa dos problemas financeiros enfrentados e abrir as contas da PUC, o movimento criou uma comissão de negociação para iniciar diálogo com a Reitoria. As reivindicações do Movimento Estudantil da PUC-SP são: · Volta do subsídio para todos os estudantes no bandejão. · Assembleia Estatuinte: Pelo fim da lista tríplice e do Conselho Administrativo (CONSAD). · Creche para os filhos de estudantes, professores e funcionários. · Audiência pública com a Reitoria e a Fundasp já. · Reabertura de turmas nos cursos de Filosofia, Geografia, Serviço Social, História e Ciências Sociais. · Contra a precarização dos contratos de trabalho dos professores. A comissão de comunicação deve soltar em breve um manifesto mais detalhado sobre as reivindicações e os próximos passos do Movimento. São Paulo, 18 de Março de 2015. Comissão de Comunicação da Reitoria Ocupada

Leave a Reply