Fotos: Mídia NINJA

São Paulo

Nas últimas semanas, a cidade de São Paulo vivenciou um momento de grande mobilização política como há anos não se via no Brasil: mais de cem mil pessoas saíram às ruas e ocuparam a cidade para protestar contra o aumento das passagens de ônibus e metrô, em uma série de grandes atos convocados pelo Passe Livre, movimento social que há oito anos luta pela implantação da tarifa zero e pelo acesso à cidade.

Os manifestantes tiveram que resistir à truculenta repressão da Polícia Militar – que deu início e incitou a violência nos protestos, utilizando-se se gás de pimenta, balas de borracha, bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral para dispersar (ou cercar) os manifestantes, prendendo-os arbitrariamente (inclusive por portar vinagre), e até mesmo atingindo jornalistas que simplesmente cobriam os eventos.

A imprensa, aliás, mudou radicalmente de postura durante o processo: em um dia, pedia que a PM que agisse com a “força da lei” para combater o atos de vandalismo e “retomar a paulista”; no seguinte, apoiava os movimentos, acreditava que esses jovens, que ontem eram “baderneiros”, estavam mudando o Brasil.

Neste aflorar de novas opiniões sobre os protestos, uma profusão de pautas, que não eram do movimento, foi sendo reverberadas na mídia – que chegou até mesmo a sugerir algumas delas. O movimento cresceu e alguns alertaram para uma possível apropriação da pauta e da energia dos protestantes por setores mais conservadores.

Após duas semanas de protestos e de pressão popular, o prefeito Fernando Haddad e o governador Geraldo Alckmin tiveram que voltar atrás e revogar o aumento.

O movimento paulistano somou-se com outros espalhados por todo Brasil, como em Goiana, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Santarém, que também lutavam pela redução da tarifa. Alinhou-se, também, com os protestos de três anos nos EUA e na Europa, que alertavam a indignação dos jovens com a velha política.

Assim, aos poucos, as pessoas estão voltando a tomar as cidades, lembrando-se que a política pode (e deve) ser feita de baixo para cima, pode fugir do viés institucional, pode ser feita nas ruas. Agora, é canalizar todo o aprendizado político para que outras lutas também possam ser concretizadas.

 

Dossiê: Volta às ruas – As manifestações contra o aumento da tarifa em São Paulo

 

Notícias

[Brasil de Fato] Protesto contra o aumento das tarifas é reprimido pela PM em São Paulo

[Passa Palavra] Batalha no centro: primeiro grande ato contra a tarifa em São Paulo

[Blog do Sakamoto] Protestar não restringe o direito de ir e vir. Aumentar a tarifa de ônibus, sim

[G1] Polícia infiltra agentes em protestos e rastreia web para achar manifestantes

[El País] Brasil se levanta en protesta contra el aumento de los precios del transporte

Los manifestantes de São Paulo son tachados de vándalos por las autoridades

[Brasil de fato] Esquerda se une em São Paulo para decidir como atuar em manifestações pelo país

[Estadão] Ação que expulsou partidos da marcha foi organizada

 

Artigos

[Folha]Por que estamos nas ruas – Texto escrito por integrantes do MPL, publicado no “Tendências & debates” da Folha

[Brasil de Fato] As manifestações, a tarifa e a política – Por Lúcio Gregori

[Carta Capital] “Não podemos nos alinhar aos Datenas, Jabores e Pondés”

[Folha] Proposta Concreta – Por Vladimir Safatle

[Estadão] O futuro que passou – Entrevista com o Prof. Paulo Arantes

[Brasil de Fato] O significado e as perspectivas das mobilizações de rua – Entrevista com João Pedro Stedile

[Revista Fórum] A catarse da classe média

[Revista Samuel] E os empresários de ônibus?

[Carta Maior] Dilma recebe movimentos e governadores. Uma virada no governo?

[Folha] Sem Partido – Vladimir Safatle

[Outras Palavras] Primavera Brasileira ou golpe de direita?

[Folha] Esquerda ou direita? – Por André Singer

[Cata Maior] Cidades no Brasil: sair da perplexidade e passar à ação – Ermínia Maricato

[Folha] A voz das ruas e a mobilidade urbana – Por Lúcio Gregori

[El País] ¿Se han convertido las redes sociales en Brasil en una “tercera vía” social y política?

[Observatório da Imprensa] O êxtase da conexão nas ruas

 

 

capa - folha 12/6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

piero

 

goya reinterpretado

 

Vídeos

Entrevista – Caio Martins (MPL)

http://www.youtube.com/watch?v=RNFFbzitm2A

Roda-viva com Lucas de Oliveira e Nina Cappello, militantes do MPL

http://www.youtube.com/watch?v=BYASRwXiQ4g&list=PL6zZkMrBoEjyuivD5cG-xnFB9KwwANfL_

No Olho: Quem começou foram eles

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=GVmOlQBCb_E

Policial quebra vidro da própria viatura

http://www.youtube.com/watch?v=kxPNQDFcR0U

Repórter da Carta Capital é detido por portar vinagre

http://www.youtube.com/watch?v=5w1fxiXxdbw

 

 

Fotos

[Folha] Manifestações contra o aumento da passagem

[UOL] Aumento de tarifa do transporte coletivo gera protestos pelo país

Leave a Reply