Consun convocado por reitoria indicada é barrado pela comunidade

Por Guilherme Almeida

A sessão extraordinária do Conselho Universitário convocada pela reitora imposta para hoje as 08:20h no prédio da Cogeae, na rua da Consolação 881, foi barrada pela comunidade puquiana. Já é a segunda vez que a reitoria indicada é impedida de reunir a sua configuração do Conselho. Em mais uma manobra eles tentaram transferir, sem sucesso, a reunião para o campus Ipiranga às 14:00h, numa região afastada do centro de mobilizações.

Desde as 07:00h estudantes ficaram em frente à entrada do prédio, que abriga também outras empresas, bloqueando a passagem dos conselheiros para que a quebra de quorum obrigasse o cancelamento da reunião.

Funcionários do estacionamento chamaram a polícia militar por causa da movimentação incomum. Em pouco menos de uma hora a situação estava resolvida. Estudantes explicaram à PM que só estavam na rua porque foram proibidos de entrar no prédio. Antes que a negociação com a segurança terceirizada fosse concluída, Silvana Renda, responsável pelo espaço físico da Cogeae, notificou aos presentes que a reunião tinha sido suspensa.

Por volta das 10:30h, quando todos se retiravam do local, os conselheiros discentes foram avisados por telefone que a sessão fora transferida para o campus Ipiranga, avenida Nazaré 993. A organização não conseguiu confirmar a presença de 21 conselheiros, quorum mínimo para que se instaure uma sessão. Logo, o Consun não se reunirá hoje.

Enquanto os estudantes protestavam na entrada da rua Consolação, vários funcionários foram impedidos, pela própria segurança do local, de entrar no prédio.

O dia 20 marca o início do recesso obrigatório na PUC-SP. Como o Consun só pode ser convocado com 48 horas de antecedência a reitoria imposta fica sem alternativa para esse ano. Sem proposta orçamentária para 2013 aprovada pela comunidade a reitoria imposta de Anna Cintra se envolve em situações cada vez mais delicadas.

Leave a Reply