Dom Odilo afirma “não ser oportuno nem ético manifestar-se” agora sobre eleições na PUCSP

Procurado pel'AGEMT para dar um depoimento sobre o processo eleitoral na PUCSP, o Grão-Chanceler Dom Odilo Scherer afirmou através da sua assessoria “não ser oportuno nem ético manifestar-se”. Ele acrescentou ainda que “no momento certo se manifestará”. A decisão final sobre as eleições para reitor da universidade depende do Cardeal de São Paulo que define um candidato de lista homolada pelo Conselho Universitário (Consun) com os três nomes mais votados. Nunca, desde que a PUC-SP realiza eleições paritárias, o Grão-Chanceler optou por algum candidato que não fosse o primeiro colocado da votação. Saiba mais: Dirceu de Mello é o mais votado de candidatos a reitor da PUC-SP Conselho da PUC-SP interfere em resultado de eleições para reitor

Leave a Reply