10ª Exposição Sustentável juntou artistas de todo País

Exposição reúne peças femininas, masculinas e unisex.           Foto: Marina Pires

 

Por Marina Pires

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) abriu pela 10ª vez as portas para artistas de todo País exporem suas artes. A produção foi do artista plástico Augustinho Neves e a curadoria de Luiz Carlos Quagliotti e Fernando Tadeu, com o apoio da Apropuc da Pró-Reitoria Comunitária. “A proposta desse ano foi a solidariedade. Eu  trouxe mais que artistas, uma família”, disse Augustinho Neves, fundador da NEC (Núcleo de Exposição Criativa), transforma a arte em algo útil através da reutilização e da reciclagem. “Nós, que vivemos da arte, vivemos em uma situação difícil: o governo não nos dá subsídios e não é todo dia que encontramos um lugar como a PUC para expormos nossas artes de uma forma sincera e para diferentes públicos”, comentou o artista plástico.

 Colares feitos com cápsulas da Nespresso.                             Foto: Marina Pires

O uso de garrafa PET e cápsulas da Nespresso foram os destaques do artesanato de Cláudia que está há 18 anos nesse mercado. De colares a brincos e pulseiras, são todos feitos a mão e com as cores originais dos objetos. As peças variaram entre R$15 e R$70.

Cadernos personalizados feitos por Aparecido.                         Foto: Marina Pires

Aparecido, 46, trabalha com a customização de cadernos e agendas. “Já estou no mercado há cinco anos e gosto de misturar diversas estampas e desenhos”. O preço das peças variam de acordo com o tamanho, sendo as maiores R$50, as médias R$25 e as menores R$10. Aparecido aceita encomendas feitas através de redes sociais como o Instagram (@palacios_encadenação) e está todo domingo na Avenida Paulista.

A mostra reuniu panos de prato, roupas e objetos de decoração. Foto: Marina Pires.

 

 

 

Leave a Reply