Preços altos e falta de incentivo à cultura ainda afastam a população dos teatros

Apesar de receber grandes espetáculos, ir ao teatro em São Paulo não é algo tão acessível a todos

Por: Sarah Melchior

São Paulo é conhecida por sua grande diversidade de passeios culturais, e quando o assunto é teatro, a capital não decepciona. Nos últimos anos passaram por ela grandes espetáculos como O Rei Leão, Cinderella, Wicked, Les Misérables e diversos outros.

Baseadas nos musicais originais da Broadway e adaptadas para o Brasil, estas grandes produções sabem surpreender ao público, com coreografias, cenários, estruturas e piadas pensadas especificamente para o público brasileiro.

Pedro Navarro interpreta Smee em Peter Pan, O Musical, em cartaz no teatro Alfa. Ele define seu personagem como o alívio cômico da peça, ou seja, a maioria das piadas acabam vindo dele. O ator falou sobre os desafios que seu personagem trouxe:

“O Smee é o braço direito do Capitão Gancho. Ele é o que mais tem intimidade com o Capitão, então isso traz momentos muito engraçados. Acho que a maior dificuldade de fazer comédia é que cada show é diferente, então primeiro você precisa sentir a plateia para depois fazer a piada. Se uma piada não dá certo eu já penso ”tá, então essa plateia ri disso, vou dar essa entonação na próxima.” Tudo isso sem mudar o texto, porque a peça tem que ser igual.”

Foto: Divulgação

Para Pedro, apesar das leis de incentivo à cultura, o teatro ainda não é algo acessível a todos. “Numa cidade como São Paulo sempre vai haver público, mas ainda não é algo muito acessível. Eu acho que o incentivo talvez não deva ser só para ir ao teatro, mas para conscientizar as pessoas do porquê do teatro, da importância da cultura”.

A democratização do teatro é um processo lento, mas que precisa começar por algum lugar. As sessões populares, por exemplo, são uma forma de fazer com que não só a elite tenha acesso a esta arte, mas ainda falta divulgação destes projetos, além de incentivo ao público.

“Mesmo com as leis de incentivo é muito fácil, por exemplo, entre assistir Peter Pan aqui e assistir no cinema, apesar do valor similar, a galera vai ao cinema”, pontua Pedro. A peça do Peter Pan tem uma cota de ingressos populares vendidos a 25 reais. Assim como ela, A Noviça Rebelde e Les Miserábles também tiveram sessões populares, nas quais todos os ingressos eram vendidos em uma faixa de preço próxima a do Peter Pan.

Pedro acredita que só reduzir o valor dos ingressos não é a solução para tornar o teatro mais acessível. “Eu acho que nem seja tanto pelo dinheiro, acho que é mais pela cultura do teatro, já que ele ainda não é visto como necessário. Nossa geração, infelizmente, não pegou a importância dessa arte ao vivo, já que é uma arte que teve que renascer, por conta da ditadura. As pessoas não têm essa cultura de ir ao teatro, algo que já vem dos pais”. Para ele, é preciso de mais incentivo e divulgação do teatro, e com o tempo conseguiremos ver uma mudança significativa neste cenário.

Rodrigo S. Pratis, de 21 anos de idade, é estudante de direito e fanático por peças de teatro. Ele garante que desde que se apaixonou por esta arte, já foi mais de 100 vezes aos mais diversos espetáculos, como A Família Addams, O Rei Leão, Mudança de Hábito, Wicked, Cinderella, Rock Horror Show, Les Misérables, A Noviça Rebelde, Hebe, Cantando na Chuva e Beatles em um Céu de Diamantes. “Neste ano acredito que já fui umas 20 vezes, e parando para pensar, acho pouquíssimo”, conta.

Um dos espetáculos que atrai Rodrigo é A Pequena Sereia, em cartaz no Teatro Santander. A peça é inspirada no musical da Broadway, mas com adaptações especiais para o público brasileiro. Na música “Aqui no Mar” cantada por Sebastião (Thiago Abravanel), foram incorporadas as palavras dendê e berimbau, por exemplo.

Foto: Divulgação

Seu interesse por teatro surgiu por conta da magia contida nas peças. “É algo muito louco, a possibilidade de escapar do mundo real por duas, três horas. O que me deixa mais feliz é poder ver coisas que teoricamente seriam impossíveis de se fazer, sendo feitas, e também a possibilidade de captar algo pelas entrelinhas, concluir por meio da peça que você pode mudar algo na sua vida e na vida de alguém é interessante.”

Para Rodrigo, se o espetáculo o cativa, não há motivo para não voltar a vê-lo. “A não ser que eu tenha alguma restrição de orçamento, aí é realmente um problema”, brinca. Bons atores e bons regentes também o fazem querer ir mais vezes, já que cada espetáculo é único.

Musical Wicked. Foto: Divulgação

Assim como Pedro, Rodrigo acredita que os grandes espetáculos ainda são inacessíveis financeiramente para a maior parte do público, mas olhando como um todo, ele vê certo avanço:

“Acho que o pessoal começou a ter uma visão maior. Por exemplo, a gente recebe espetáculos que muitos outros países não recebem e eles ficam aqui um bom tempo. De maneira geral, parece que as pessoas têm começado a assistir mais, não sei se por influência de outras pessoas ou por um interesse maior por conta da mídia. Acho que as pessoas se sentem bem no teatro, se sentem acolhidas.”

A peça Peter Pan, O Musical fica em cartaz até o dia 15 de julho e ainda possui ingressos populares e no valor normal a venda. Já A Pequena Sereia fica em cartaz no Teatro Santander até o dia 29 de julho. Os ingressos de ambos os espetáculos podem ser comprados no site da Ingresso Rápido ou nas bilheterias de seus teatros. Mas quem prefere uma história mais séria também não perde por esperar: O Fantasma da Ópera chega no Teatro Renault no segundo semestre de 2018, e seus ingressos já estão sendo vendidos pelo site da Tickets for Fun e na bilheteria do teatro.

 

Serviço:

Peter Pan, O Musical

De quinta a domingo até 15 de julho

Teatro Alfa

Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722. São Paulo – SP

Ingressos populares: R$ 25,00

Ingressos geral: a partir de R$60,00 (inteira)

Vendas na bilheteria do teatro ou pelo site www.ingressorapido.com.br

 

A Pequena Sereia

De quinta a domingo até 29 de julho

Teatro Santander

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041. São Paulo – SP

Ingressos a partir de R$ 75,00 (inteira)

Vendas na bilheteria do teatro ou pelo site www.ingressorapido.com.br

 

O Fantasma da Ópera

De quinta a domingo a partir de 2 de agosto a 16 de dezembro

Teatro Renault

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411. São Paulo – SP

Ingressos a partir de R$ 75,00 (inteira)

Vendas na bilheteria do teatro ou pelo site premier.ticketsforfun.com.br

Leave a Reply