Craques que ficaram fora da lista de convocados de suas seleções

Por lesão ou por vontade de seus treinadores, conheça os jogadores que estão no álbum mas que não vão para a Rússia

Divulgação

Por Maria Fernanda Schwartsman

Se há Copa do Mundo uma coisa é certa, os álbuns de figurinhas viram febre! As edições, portanto, chegam às bancas muito antes de saírem as listas de jogadores convocados para o mundial, resultado: alguns jogadores têm suas figurinhas coladas nos álbuns de muitos torcedores, mas não têm os seus nomes na lista de seu técnico.

Este ano, considerando as 32 seleções, são 92 jogadores que aparecem como figurinhas, porém não defenderão suas cores entres os dias 14 de junho e 15 de julho. As únicas seleções que contarão com todos os jogadores especulados são: México, Suécia, Peru, Panamá e Senegal.

A Coréia do Sul vai para a Copa com oito baixas em relação ao álbum, sendo a recordista nesse quesito. Porém, na questão de jogadores, as seleções que ficaram mais prejudicadas foram Brasil, Uruguai, Argentina, Alemanha, Bélgica e Colômbia.

BRASIL – duas ausências 

Daniel Alves pela Seleção brasileira (Foto de Divulgação)

 

A seleção canarinha conta com apenas duas baixas nos convocados pelo técnico Tite: Giuliano (Fenerbahçe – TUR) e Daniel Alves (Paris Saint-Germain – FRA).

Daniel (foto) é dado como um dos principais desfalques da Copa como um todo, considerado o melhor lateral-direito do mundo pela Fifa em 2009 e entre 2011 e 2015. O jogador de 35 anos teve de ser descartado dos planos brasileiros após sofrer uma lesão no joelho direito no dia 8 de maio, em um jogo válido pela final da Copa da França, contra o Les Herbiers.

Já a ausência do meia-atacante Giuliano foi uma opção feita pelo técnico Tite, que preferiu substituí-lo por Taison, jogador do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

URUGUAI – cinco ausências

Arévalo Rios em 2011 pela Seleção Uruguaia (imagem: https://pt.wikipedia.org/wiki/Egidio_Ar%C3%A9valo#/media/File:Egidio_Arevalo_Rios_URU2011-11.jpg)

Nicolas Lodeiro pela Seleção Uruguaia (Getty Images)

Mathías Corujo, Arévalo Rios, Álvaro González, Nicolas Lodeiro e Diego Rolán são as cinco ausências do treinador uruguaio Óscar Tabárez.

O volante do Racing (URU) Arévalo Rios e o ex-corintiano, Nicolas Lodeiro, são os  principais desfalques da seleção celeste.

Rios, que atuou pela seleção nas Copas de 2010 e 2014 e na Olimpíada de 2012, ficou de fora do mundial deste ano por opção do próprio treinador. O mesmo aconteceu com o meia Lodeiro, conhecido no Brasil por sua passagem pelo Corinthians em 2014, atualmente é jogador do Seattle Sounders (EUA).

ARGENTINA – quatro ausência

Sergio Romero pela Seleção argentina (Foto Getty Images)

Mauro Icardi pela Seleção argentina (Foto: https://worldsportnews.club/news/soccer-argentina-world-cup-squad-mauro-icardi-left-out-for-russia-2018.html)

Terceira colocada nas eliminatórias para a Copa, a seleção argentina se vê com quatro desfalques em relação às figurinhas. São eles Sergio Romero, Funes More, Mauro Icardi e Enzo Pérez.

O goleiro veterano em Copas do Mundo Sergio Romero sofreu uma lesão no joelho direito a menos de um mês para o Mundial, resultando no desfalque do jogador do Manchester United (ING). O arqueiro já havia lesionado mesmo joelho em março deste ano, e foi obrigado ficar um mês e meio parado na ocasião.

Já o artilheiro do Campeonato Italiano, pela Internazionale de Milão, Mauro Icardi, é grande desfalque para a seleção argentina, tendo sido, inclusive, uma surpresa a sua não convocação por parte do técnico argentino Jorge Sampaoli. O treinador já havia deixado claro que o atacante, de 25 anos, o agradava, fato que reforçou os boatos de que Icardi tenha sido deixado de fora da lista a pedido dos próprios jogadores da seleção, já que o artilheiro é casado com a ex-mulher do companheiro de seleção Maxi Pereira.

ALEMANHA – três ausências

Leroy Sané pela Seleção alemã (Foto: https://marcusbanks7.com/2016/03/23/one-for-the-future-leroy-sane/)

Mario Götze pela Seleção alemã (Foto: ESPN)

Campeã em 2014, a seleção alemã conta com três desfalques para a viagem à Rússia: Leroy Sané, Mario Götze e Emre Can.

A ausência do jovem meia do Manchester City (ING), Leroy Sané foi grande a surpresa na lista do treinador alemão Joachim Löw. O técnico justificou ter escolhido Julian Brandt (Bayer Leverkusen – ALE), alegando que Sané “deixou a desejar” nas partidas que fez pela seleção recentemente. Löw, porém, deu como garantida a volta em setembro do jovem campeão inglês, de apenas 22 anos.

Mario Götze é outra grande baixa, não só para sua seleção, mas como para a Copa em si. O jovem jogador do Borussia Dortmund (ALE) foi o autor do gol que deu o tetracampeonato da Copa do Mundo para a Alemanha em 2014. O meia teve de ser deixado de fora da lista dos 23 por conta de um problema físico que o aflige há algum tempo.

BÉLGICA – uma ausência

 

Radja Nainggolan pela Seleção belga (Foto de Divulgação)

A edição do álbum teve bom aproveitamento na página da seleção belga, pois apenas um jogador presente não irá para a Rússia. Trata-se do meia da Roma (ITA) Radja Nainggolan. O técnico Roberto Martínez alega ter cortado o polêmico jogador apenas por questões táticas e não por problemas disciplinares ocorridos anteriormente.

Após sua não convocação, o belga revelou por meio de uma mensagem em rede social que estava se aposentando da seleção de seu país. “Muito relutantemente, minha carreira internacional chega ao fim”, escreveu.

COLÔMBIA – cinco ausências 

Teo Gutierrez (Foto Fox Sports)

Já a seleção colombiana aparece no álbum de figurinhas com cinco jogadores que não estarão à disposição técnico José Pekerman. São eles Giovanni Moreno, Teófilo Gutierrez, Edwin Cardona, Yimmi Chará e Duván Zapata.

O veterano Teo Gutierrez é a ausência mais significativa da lista. O jogador de 33 anos atualmente joga pelo Júnior Barranquilla (COL). Não foi divulgado o motivo de sua ausência na lista dos 23 escolhidos de Pekerman.

 

Infelizmente outros tantos jogadores de grande importância no cenário mundial também ficaram de fora da Copa, seja por não terem conseguido classificar suas seleções, como é o caso do goleiro italiano Gianluigi Buffon, ou do atacante holandês Arjen Roben por exemplo, ou por terem se aposentado delas antes do torneio, como o sueco Zlatan Ibrahimovic.

O fato é que, mesmo com tantas ausências de peso, vários dos maiores craques da atualidade estarão na Rússia para apresentarem belos espetáculo.

 

 

Leave a Reply