MASP RESGATA A HISTÓRIA DE ARTISTAS ESQUECIDOS

O MASP expõe a pintura delicada, precisa e comovente de Maria Auxiliadora, suas obras retratam seu cotidiano e sua cultura, atravessando muitos temas afro- brasileiros.

Por Juliani Souza

Maria Auxiliadora da Silva nasceu no dia 24 de maio de 1935 em  Campo Belo, Minas Gerais. Foi uma pintora brasileira, autodidata, conquistou reconhecimento nacional e internacional com suas obras que retratam cenas da vida doméstica e rural, religiões afro brasileiras, danças, festas, carnaval e demais temáticas populares brasileiras. Realizou ainda auto-retratos, principalmente perante a proximidade da morte por câncer em 1974, retratando sua batalha com a doença. Provém de uma família de 18 irmãos, muitos dos quais artistas que expuseram seus trabalhos em feiras populares no Embu das Artes e na Praça da República, em São Paulo.

No último dia 20 a entrada do museu foi franca, atraindo muitos apreciadores das obras da artista e fazendo com que outros se interessassem um pouco mais, como o estudante de administração Gabriel Martins que não a conhecia e ficou encantado pela exposição.

Segundo Gabriel: “ As obras nos entretém, cada quadro parece contar histórias, as pinturas tem relevo e algumas até contém balões com diálogos entre as personagens”.

Na exposição, as pinturas estão organizadas em sete núcleos, pautados nos grandes temas de Maria Auxiliadora: Candomblé, Manifestações populares, Autorretratos, Casais, Rural, Urbano e Interiores.

De acordo com o curador da Exposição, Fernando Oliva: “O museu tem se voltado para esses artistas, buscando um resgate de sua memória por meio de exposições e publicações, e também se questionando sobre os motivos desses esquecimentos”.

Oliva ainda destaca que a obra de Auxiliadora tem sido uma descoberta para curadores, críticos, historiadores e muitos outros agentes no sistema de arte brasileiro  e foi estabelecida uma relação afetiva com o público visto que este se reconhece nas representações feitas pela artista.

 

Maria Auxiliadora

Onde: Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP)

Av Paulista, 1578

Quando: de 10.03.18 até 3.06.18

Horário: De terça a domingo, das 10h ás 18h (de quinta até ás 20h)

Ingresso: r$ 32,00 (gratuito ás terças feiras)

 

Leave a Reply