Mercado Municipal ressignifica tradição

Tradicional sanduíche de mortadela no Mercadão paulistano.                                       Foto: Divulgação

 

Por Júlia Andrade e Maria Morales

O Mercado Municipal de São Paulo, também conhecido como Mercadão, é um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. Conhecido pelos sanduíches de mortadela, o local atrai turistas para experimentar não somente o famoso lanche como também os diversos tipos de frutas e temperos que são encontrados lá dentro.

Em uma visita feita recentemente, o que chama a atenção de quem mora na cidade e frequenta o local há anos são os salgados preços cobrados no andar superior do mercado. Inaugurado em 2006, o segundo piso do Mercadão é ocupado por bares e restaurantes que servem desde pratos feitos até os famosos lanches de mortadela e pastéis de bacalhau. Com o passar dos anos, o local entrou na onda da gourmetização e, assim, os preços foram subindo de tal forma que um pastel de bacalhau pode chegar a custar R$ 28,00. A clientela antiga não está acompanhando esse aumento de preços que o mercado vem adquirindo e os novos clientes são os executivos da região central da cidade.

Restaurante no piso superior do Mercado Municipal                                                      Foto: Júlia Andrade

Por outro lado, no térreo ainda vemos as clássicas lojinhas de temperos e frutas que dificilmente encontramos em outro lugar. Alguns estabelecimentos estão no local há anos, e seus produtos sempre mantém a boa qualidade. Ao andar pelos corredores do mercado, na parte das frutas, os vendedores sempre tentam atrair clientes oferecendo alguma fruta vinda de outros continentes ou fazendo brincadeiras com quem passa por eles, sempre sorrindo.

“Antes de ser o mercado municipal da cidade, o Mercadão era um deposito de armas.”, disse Daniel Siqueira, 27, garçom do Mortadela Brasil, um dos restaurantes do piso superior. “Eles queriam fazer um núcleo que trouxesse milhares de pessoas para cá. Como já tinha a 25 de março, [eles] quiseram juntar em um só lugar [o centro] produtos de todos os lugares do mundo. Aqui embaixo você encontra chás e especiarias vindas do mundo inteiro, é muito bom”.

Pastel de carne vendido por R$ 26,00                                                                                  Foto: Júlia Andrade

Em seu projeto inicial, o mercado deveria atrair a população da cidade e quem vem de fora para visitar e usufruir do que ele nos oferece. Mas estamos vendo acontecer algo completamente diferente. Não há mais interesse da população em visitar um local onde os preços extrapolam a realidade dos moradores da região. O mercado municipal de São Paulo se transformou em mais um grande comércio e está perdendo sua essência original. Agora agrada quem pode pagar os preços salgados como o bacalhau que podemos levar para fazer em casa.

Leave a Reply