Os danos causados pela disseminação de notícias falsas.

  Por Carolina Giorgi, Maria Beatriz Santos e Nathalia Alcoba

A expressão “Fake News” definida como notícia falsa, é escrita e publicada com a intenção de disseminar boatos e mentiras sobre grandes assuntos, como política, figuras públicas e situações socioeconômicas, sempre com a intenção de causar polêmica.Essas notícias, têm gerado grandes preocupações à sociedade, principalmente no Brasil, uma vez que este ano ocorrem as eleições presidenciais.

A apreensão que fica na população é baseada em um dos principais episódios de “Fake News”, que ocorreu em 2016, com a eleição dos Estados Unidos, entre Donald Trump e Hillary Clinton.  Durante este período, foram publicadas diversas matérias, onde os candidatos sofreram com boatos e mentiras sobre suas posições políticas e decisões importantes para o futuro do país.

Além disso, recentemente, os brasileiros foram afetados com diversas notícias falsas, sobre a vida da vereadora, Marielle Franco (Psol-RJ) morta no dia 14 de março. A maioria dos boatos mencionava sua conexão com o crime organizado e até mesmo o uso de drogas.

Alguns acreditam que um jeito para combater essa disseminação de notícias falsas seria uma educação virtual, isto é, uma criação de políticas públicas com foco na análise crítica da mídia. Para que dessa forma, a sociedade saiba diferenciar o que é falso e o que é verdadeiro, e assim poderem compartilhar, sem causar danos.

Conclui-se que uma das situações que agravam este problema é que boa parte da população tem o costume, por conta da rapidez em que recebe a notícia e a facilidade de compartilha-la, de não ler mais o que a matéria por inteiro, ou até mesmo a fonte e onde ela foi publicada, acabam se interessado apenas pela manchete.

Diante da facilidade de alcance que a internet possui, tais notícias falsas se propagam e viralizam, e existem muitos casos onde é difícil reverter a situação, pois já a população já convenceu de que aquela é a notícia principal e verdadeira.

Portanto, existe um papel fundamental da população de averiguar a matéria como um todo, a fonte e o meio de comunicação do qual ela foi publicada e procurar em outros sites de notícias, como uma pesquisa. Tudo isso faz com que a sociedade tenha um senso e diminua a repercussão de “Fake News”.

 

 

 

Leave a Reply

1 comment

  1. Diplomaonline

    Com relação à execução da vereadora Marielle, vamos acabar com essa estorinha de que “houve excessos dos dois lados. Menos de 24 horas do ocorrido já circulavam montagens e notícias falsas alegando que ela era ex-esposa de Marcinho VP, eleita pelo Comando Vermelho, que defendia bandido, etc etc. A tal exaltação e mistificação de Marielle, onde está? Qual o exemplo de notícia falsa a favor dela? Majoritariamente o que se pede é a mesma coisa que a União Européia, a ONU e mais 20 instituições estão pedindo: que se apure com firmeza e se descubra se esse foi realmente um crime político, um atentado contra o pouco de aparência de democracia que ainda nos resta.

    -1