Por Amanda Leite A chamada “onda rosa” latino-americana, caracterizada pelo predomínio dos governos de esquerda e centro-esquerda no continente, vem perdendo força nos últimos anos. No cenário argentino, por exemplo, a vitória de Mauricio Macri em 2015 alterou os rumos que o país seguia com a liderança dos Kirchner desde 2003. Com a ascensão do
CONTINUE READING