Posts byMalu Souza

O modo soneca acabou com a minha vida

O ponto de ônibus estava lotado. Quando você pega o mesmo ônibus todos os dias no mesmo horário os rostos se tornam familiares. Eventualmente sorrio para algum desses rostos, mas é só isso que eles são. Rostos. O homem desconhecido é quase um objeto no dia a dia de quem está sempre com pressa. Olho
CONTINUE READING

Sociedade do algoritmo

Por Malu Souza Ter o mundo na palma das mãos um dia pareceu impossível, mas hoje é tão simples quanto beber um copo de água. Seu celular contém diversos aplicativos, vários deles são redes sociais que controlam sua perspectiva de mundo. De tempos em tempos eu entro em contato com os amigo do meu irmão,
CONTINUE READING

Acabou o café

Por Malu Souza Ele acorda. Toma banho. Bebe café. Vai para o trabalho. O marido deixa sua esposa recentemente desempregada e seus dois filhos em casa. As crianças vão para a escola –particular e mais cara do que realmente precisava ser- e voltam só pelo fim da tarde. A mulher arruma a casa e depois
CONTINUE READING

O que acontece quando a bateria acaba?

O que Leo poderia fazer no celular naquele tempo de forma que sua bateria não acabasse? Nada. A energia foi para 10% só por ele ter pensado em usá-la...

Por Malu Souza Era um sábado como outro qualquer. A garoa chata persistia desde quinta-feira, deixando tudo molhado sem nem ter a decência de encher os reservatórios de água da cidade. Leo estava em casa aproveitando seu dia ao máximo, ele já tinha passado oito fases de seu videogame novo. Seu dia parecia ter tudo
CONTINUE READING

Benevolência é doar o próprio tempo

O Voluntariado é um projeto que, junto com o Colégio Pentágono, se propõe a ajudar algum grupo que precise. No caso de uma das franquias da escola, localizada no Morumbi, possuem o trabalho voltado para comunidades ao redor, acolhendo tanto as crianças quanto as famílias que precisam de ajuda. “Nós tiramos essas crianças de um
CONTINUE READING

O papel fundamental das ONGs na sobrevivência dos moradores de rua em São Paulo

Moradores de rua falam abertamente sobre suas experiências nas ruas e em Centros de Acolhida da prefeitura e como isso mostra a importância de ONGs como a ABCP que acolhe voluntariamente a todos.

Dificilmente alguém que ande atentamente na cidade de São Paulo não irá notar o grande número de pessoas morando de baixo de pontes, viadutos, passarelas ou mesmo no caminho para o trabalho ou para a aula. Na vila Mariana, zona oeste da cidade, não é diferente. A ABCP (Associação Beneficente e Comunitária do Povo), que possui
CONTINUE READING