Posts byGiulia Avventurato Matos

Lula e Bolsonaro: explicando culturalmente as escolhas do povo

Como dois possíveis candidatos com propostas de governo tão distintos podem ser os mais votados no primeiro turno das eleições de 2018.

Giulia Avventurato 11/09/2018 Faltando um mês para as eleições do primeiro turno, a política nacional parece ter se implodido com uma série de acontecimentos determinantes para os resultados dessa fase. O ataque contra Bolsonaro em Minas Gerais; o movimento online “Mulheres contra Bolsonaro”, que mais tarde se transforma num ato político público; Moro estrategicamente libera
CONTINUE READING

O filme e o livro de “Me Chame Pelo Seu Nome” representam o amor na sua simplicidade

Criado por uma vontade do autor de estar na Itália, o livro de André Aciman inspira um dos filmes aclamados de 2017 e 2018; tanto pelo roteiro de James Ivory e direção de Luca Guadagnino quanto pela atuação de Timothée Chalamet e Armie Hammer nos papéis principais.

Como um relato de primeiro amor, “Me Chame Pelo Seu Nome”, do escritor André Aciman, foi reconhecido pela crítica desde o seu lançamento em 2007. A história se passa na Itália dos anos 80, quando os pais de Elio recebem Oliver, um estudante da universidade, para algumas semanas de estudo e turismo pela cidade do
CONTINUE READING

“Trump é um ator político que permite um maior recrudescimento de algo que já acontecia.”

Pesquisador em História Política dos Estados Unidos apresenta visão sobre os acontecimentos em Charlottesville, politização dos ideais e comparação entre a sociedade estadunidense e brasileira sobre o papel do monumento.

Por Giulia Avventurato Matos Doutorando em História na Universidade de São Paulo, Michel Gomes da Rocha é entrevistado pela AGMT sobre a atual importância e ressignificação dos monumentos. Tendo em vista a repercussão das manifestações em torno da retirada da estátua de Robert E. Lee, lider dos confederados, em Charlottesville (EUA), Michel explica essa reação
CONTINUE READING

39 Semana de Jornalismo e a importância da fotografia independente na América Latina

Mostrando o perfil do estudante de jornalismo da PUC-SP, a semana valorizou o uso do audiovisual na profissão e apresenta grande diversidade tanto por parte dos participantes, quanto dos assuntos abordados.

Por Giulia Avventurato Em sua 39 edição, a semana de jornalismo PUC-SP contou com várias mesas de debate em torno da profissão na América Latina, principal tópico abordado. Entre os dias 23 a 27 de outubro de 2017, os próprios alunos da Pontifica Universidade Católica de São Paulo organizaram no campus Perdizes uma variedade de
CONTINUE READING

A Delegacia da Mulher falha quando o assunto é proteção

“A gente só perdeu funcionário em todas a delegacias. E isso prejudica muito no andamento dos processos.” Em entrevista, a delegada titular Luiza confessa uma das muitas dificuldades que a delegacia localizada em Cotia enfrenta.

Tifanny, 17, encontrada morta e com indícios de estupro em Vargem Grande, é um dos muitos casos de crime sexual e homicídio, que ocorre nos bairros próximos à Rodovia Estadual Raposo Tavares. Em seus 654 km de extenção, uma única Delegacia de Defesa da Mulher se encontra próxima ao centro de Cotia. Pior que os
CONTINUE READING